Memorial Imigração Judaica

> Testemunhos

Samuel Klein - Polônia

Nacionalidade:
Polonesa

Data de Nascimento:
15/11/1923

Data de falecimento:
20/11/2014

História:

Como a maioria dos imigrantes, Samuel veio para o Brasil em busca de oportunidades. Queria refazer sua vida num país onde ser judeu não fosse um crime, ondepudesse criar seus filhos livremente e trabalhar com dignidade. Mas Samuel Klein fez muitomais do que isso. Grandes feitos que, na Polônia, onde ele nasceu, nunca seriam possíveis.

Em 1942, com a Polônia ocupada, os nazistas transportaram sua mãe e cinco irmãos para o campo de extermínio de Treblinka, onde 850 mil judeus foram mortos em 10 meses. Samuel e seu pai foram espremidos em um vagão de gado com mais 100 pessoas emandados como escravos para o campo de trabalho forçado de Budzin. Samuel achava quenada podia ser pior que Budzin, mas estava enganado.

Quase dois anos depois, em 1944, foi transferido para o campo de trabalho e extermínio de Majdanek.

Quando as tropas russas chegaram a Lublin, onde fica Majdanek, os alemãesiniciaram com os prisioneiros uma “Marcha da Morte” em direção à Alemanha. No meio da“Marcha”, Samuel decidiu fugir. Corajoso e ousado, preferiu correr o risco de tomar um tiroa andar até a Alemanha para depois morrer.

Quando a guerra finalmente terminou em maio de 1945, Samuel pode reencontrarseu pai, Sucher, pesando apenas 45 quilos, o irmão, Sloma, que lutou ao lado dos russos contra os alemães, e as irmãs, Esther e Césia. Samuel perdera metade da sua família e a suajuventude.

“Como alguém sai de uma situação tão lamentável como essa e consegue refazer avida?”, pergunto para Samuel. “Esse é um mistério e exemplo para a minha geração, que nunca passou por dificuldades”.

Você tem que olhar para frente e tocar a vida” Ele me responde. “Simples assim”.

A verdade é que Samuel é especial. Nasceu com a estrela.

 

Palavras-chave:
Polônia; Treblinka, Majdanek.

rodape logos2

© 2017. Memorial da Imigração Judaica. 

vimeo1  face1